7 formas de incorporar a arte na educação infantil

arte na educação infantil

A arte na educação infantil tem a importante função de despertar a criatividade nas crianças e fazer com que elas aprendam a se expressar de diferentes formas.

Além disso, as ações que envolvem a arte na infância, como pintar, desenhar, modelar, amassar e recortar, contribuem para o desenvolvimento motor infantil, trabalhando a motricidade fina.

Considerando esses benefícios, é muito importante que os professores pensem em exercícios que ajudem a estimular a arte na educação infantil. No post de hoje vamos trazer 7 dicas de atividades para servir de inspiração. Acompanhe!

[Especial dia das crianças] Almanaque de atividades para completar e se divertirPowered by Rock Convert

1. Decorar o próprio quarto

A primeira dica de atividade para que a criança trabalhe com a arte na educação infantil é incentivá-la a decorar o próprio quarto. O ideal é que essa ação seja combinada com os pais e sua realização ocorra conforme a opção e condição de cada família.

Algumas famílias podem deixar os pequenos mais livres para decorar, pintar e se expressar da maneira que preferirem. Outras podem delimitar um espaço para que eles desenhem. O importante é incentivá-los a criar a decoração que preferirem.

Peça para os pais que façam fotografias de como ficou a decoração para que as imagens possam ser compartilhadas entre os colegas.

2. Fazer desenhos para presentear alguém

Datas especiais são boas oportunidades para incentivar a arte na educação infantil. Quando uma data comemorativa se aproximar, incentive os alunos a fazerem desenhos para presentear pessoas especiais.

Essa ação, além de estimular o desenvolvimento e a criatividade da criança, ainda proporciona uma bela lembrança para o adulto ou até mesmo para outra criança que receberá a arte em forma de presente.

3. Fabricar os próprios brinquedos e jogos

Uma dica muito legal e que as crianças adoram é a fabricação dos próprios brinquedos e jogos. Dependendo da idade dos pequenos, eles precisarão de uma ajuda extra para recortar e colar, por exemplo.

Entretanto, o ideal é que os adultos os deixem bem livres para criarem o que vier à mente. Lembre-se que muitas vezes as brincadeiras que não fazem muito sentido para os adultos estão totalmente dentro do universo infantil e são amadas pelas crianças.

Uma boa ideia no momento de propor essa atividade é realizar a confecção de brinquedos com material reciclado. Caixa de pasta de dente, rolo de papelão que sustenta o papel higiênico e caixa de sapato são alguns exemplos de materiais que podem ser utilizados para a criação dos brinquedos e jogos.

4. Ilustrar matérias escolares

Uma das maneiras mais eficientes de aprendizagem é reproduzir o que está sendo explicado. Dessa forma, uma ótima ideia para que as crianças assimilem o conteúdo e ainda pratiquem a arte é pedir para que elas ilustrem aquilo que estão aprendendo na escola, desenhando, por exemplo, os números ou as letras do alfabeto.

A proposta da atividade pode variar conforme a idade dos alunos, sendo mais ou menos complexa. Para crianças muito pequenas, é legal pedir apenas para que desenhem o que está sendo ensinado, sem exigir muita especificidade. Você pode se surpreender com o resultado dessa atividade!

5. Aprender sobre os materiais enquanto faz suas esculturas

Na infância, trabalhar com materiais variados, com texturas diferentes, traz inúmeros benefícios. Dentre eles estão a contribuição para o desenvolvimento da coordenação motora fina, o incentivo à expressão de diferentes formas e a possibilidade de conhecer outros tipos de materiais.

Por isso, quando se busca a arte na educação infantil, variar os estímulos pode ser muito interessante. Sendo assim, proponha também exercícios que envolvam materiais diversificados, como a confecção de esculturas de argila.

Você pode pedir esculturas específicas de alguma imagem ou deixar que as crianças decidam o que querem criar. Quando os trabalhos estiverem prontos, faça uma roda com todos os alunos e peça que cada um apresente a sua obra.

6. Conhecer obras famosas e reproduzi-las com criatividade

Outra boa ideia de atividade para incentivar a arte na educação infantil é mostrar para as crianças obras famosas e pedir para que elas as reproduzam da maneira que quiserem. No momento da apresentação das obras, os pequenos podem ter a oportunidade de aprender sobre culturas diferentes.

Inclusive, é possível dar uma aula de História durante essa atividade, falando sobre a origem das obras, dos autores, os anos em que viveram etc. O contexto pode ser adaptado à região onde cada escola está localizada e ao conteúdo que as crianças estão aprendendo no momento.

7. Criar livremente

Por fim, a nossa última dica para que a arte seja incorporada na educação infantil é encontrar espaços nas aulas para que as crianças possam fazer arte de forma livre. A proposta é desenvolver a imaginação e incentivar a criatividade dos pequenos.

É possível determinar que seja usado um tipo de material a cada aula, definindo o dia do desenho, o dia da escultura, o dia da pintura e assim por diante. Você também pode deixar que cada criança decida com qual material (ou materiais) quer trabalhar e o que quer fazer.

A arte na educação infantil é fundamental para o desenvolvimento da criança. É nessa fase da vida que o ser humano desenvolve diversas sensações e aprende um vasto repertório motor que pode ser aprimorado com atividades que envolvam lápis, pincel, tinta, argila, isopor e materiais variados.

Para que as expectativas das crianças sejam atendidas e que a produção fique bonita, é muito importante que os materiais oferecidos a elas sejam de qualidade. Por isso, para incentivar a arte na educação infantil, invista nos pequenos e disponibilize somente bons materiais, como os da BIC Colorir, que são simples, confiáveis e de qualidade.

E então, gostou do nosso post? Agora que você já conheceu 7 formas de incorporar a arte na educação infantil, que tal começar a colocar essas ideias em prática? Acesse o Mundo BIC, adquira os produtos e espalhe a arte e as inúmeras possibilidades que ela proporciona!

As informações contidas neste material se fundamentam em estudos psicológicos da criança e servem de base para ajudar com o seu desenvolvimento e educação. Os resultados de tais métodos podem variar de acordo com cada criança, pois dependerá de aspectos individuais e sociais.

Notícias relacionadas

EnglishPortuguêsEspañol