Confira 7 atividades divertidas para fazer com as crianças

atividade divertida

Existem diversas maneiras de estimular o desenvolvimento das crianças. Que tal tornar esse momento mais prazeroso para os pequenos? Aqui, você encontrará uma série de atividades divertidas que auxiliarão nessa missão.

O nosso objetivo é proporcionar novas ideias, justamente para que possa evitar a monotonia e garantir o entretenimento da criançada. Para isso, listamos e respondemos as principais curiosidades do tema. Então, não perca tempo e acompanhe!

A importância de fazer atividades divertidas com as crianças

A infância é um dos períodos mais especiais da vida. Por isso, é importante que os papais e as mamães tornem essa jornada saudável, divertida e repleta de aprendizado — colaborando para a construção de boas memórias.

As memórias afetivas são indispensáveis para o nosso desenvolvimento em direção à fase adulta. Afinal de contas, as experiências vivenciadas na infância se desdobram ao longo dos anos, interferindo tanto positiva como negativamente no futuro de cada pessoa.

Por isso, as famílias devem aproveitar esse período, estimulando uma interação que construirá vínculos cada vez mais forte entre todos os membros. Nesse sentido, as atividades infantis também são boas aliadas.

Dizemos isso porque toda atividade contribui para o desenvolvimento de algumas habilidades. Como exemplo, as atividades físicas aprimoram a coordenação motora, enquanto as mais imaginativas estimulam o pensamento crítico e criativo.

Além disso, vale lembrar que toda interação entre pais, mães e filhos representa uma superoportunidade de desenvolver as habilidades comunicativas da criança. Quanto mais tempo eles passam conversando, mais aprendem sobre empatia, organização de ideias, educação e comportamento.

As 7 principais atividades divertidas para fazer em família

Agora que você está por dentro da importância de desenvolver atividades divertidas com as crianças, chega o momento de conhecer algumas ficas para entreter os seus pequenos. Acompanhe!

1. Acampamento na sala

A começar por um clássico. A ideia de acampar na sala tem de tudo um pouco — a proximidade, a comunicação, o carinho e o cenário perfeito para fazer as brincadeiras que apresentaremos a seguir. Além disso, montar acampamento dentro de casa também causa certo deslumbramento nas crianças.

Esse é o tipo de atividade que fornece conforto e fantasia, criando a ambientação para a contação de histórias, leitura de livros, noites de cinema e por aí adiante. Inicialmente, a ideia pode soar ruim pela provável bagunça, mas é um preço baixo a se pagar pela criação de uma memória em família.

2. Jogos de tabuleiro

Conforme crescem, as crianças se tornam cada vez mais espertas. É com isso em mente que você pode introduzir os jogos de tabuleiros — claro, escolhendo aqueles com classificação etária compatível, justamente para que as partidas tenham um bom balanço de desafio e diversão.

De modo geral, os jogos de tabuleiro oferecem uma opção ideal de entretenimento, tornando-se mais divertidos a cada partida. Além disso, jogos cooperativos ou interativos tendem a estimular a comunicação durante o jogo, rendendo boas conversas e risadas na mesa.

3. Árvore genealógica

Em algum momento da infância, toda criança é incentivada a desenhar sua árvore genealógica — justamente porque a educação infantil reconhece o poder dessa atividade, que fortalece a relação com a família, estimula a comunicação e desenvolve habilidades motoras finas.

Caso não lembre, fazer uma árvore genealógica é super fácil. De cima para baixo, unem-se os galhos que são elementos geradores. Portanto:

avô materno + avó materna | avô paterno + avó paterna

[Especial dia das crianças] Almanaque de atividades para completar e se divertirPowered by Rock Convert

mamãe + papai

criança

Logicamente, esse é apenas um exemplo prático. Você pode fazer do jeitinho que achar melhor. No fim das contas, o objetivo da atividade é estimular o conhecimento da família como um todo, inclusive, ramificando e expandindo a apresentação de outros parentes.

4. Desenho maluco

Como sugere o nome, o desenho maluco é uma proposta para livre expressão. O objetivo dessa brincadeira é juntar muitas folhas de papel ou até mesmo cartolinas, reunir canetinhas, lápis de cor e deixar a imaginação da criança correr livre, leve e solta.

Dessa brincadeira, é possível partir para uma variação também divertida e mais interativa entre toda a família, que é adivinhar o que a pessoa está desenhando, antes que termine de desenhar. Enfim, o objetivo é se divertir, com criatividade e gargalhadas.

5. Piquenique

Por conta da pandemia, os piqueniques em parques precisaram ser suspensos. No entanto, nada impede que você faça essa atividade no quintal de casa, na varanda do apartamento ou no próprio chão da sala. Assim como o acampamento, o objetivo é quebrar a rotina, causando diversão e deslumbramento.

6. Esconde-esconde

Uma das brincadeiras infantis mais clássicas e divertidas. Por conta disso, é bem provável que você já saiba como funciona. Por isso, a única coisa que temos a falar é para que você tome alguns cuidados antes de incentivar a criança a se esconder.

Na procura por um esconderijo remoto e legal, elas podem mexer em armários, balcões ou ambientes perigosos para sua idade. Por isso, é importante limitar os riscos, deixando a casa pronta e segura para a diversão.

7. Criação de histórias em família

Por fim, uma tarefa que incentiva a imaginação. A criação de história é quando uma pessoa assume o “palco” e dá asas a sua fantasia, construindo o enredo do seu conto enquanto se apresenta. Quando essa atividade é feita em família, exige muito da imaginação coletiva.

Nessa atividade, cada membro é um personagem na história e, por isso, deve se comportar de acordo com aquilo que imaginou para si. Com poucos minutos de brincadeira, a criança pode se engajar nesse mundo, fazendo com que a atividade perdure e gere muita diversão.

Como você pôde ver, atividade é o que não falta. No fim das contas, o objetivo é usar essas ideias para evitar o tédio que, geralmente, acaba estimulando o uso de aparelhos eletrônicos. Com essas brincadeiras, as famílias podem contornar tal situação de forma criativa.

Agora que você conhece as principais atividades divertidas para se fazer em família, aproveite para espalhar essas sugestões para todos os seus colegas e familiares que tenham crianças em casa. Para isso, basta compartilhar o post nas suas redes sociais!

As informações contidas neste material se fundamentam em estudos psicológicos da criança e servem de base para ajudar com o seu desenvolvimento e educação. Os resultados de tais métodos podem variar de acordo com cada criança, pois dependerão de aspectos individuais e sociais.

Notícias relacionadas

EnglishPortuguêsEspañol