Como transformar a contação de história em algo mais convidativo?

contar histórias

As crianças adoram o momento em que um adulto decide contar histórias, já que podem soltar a imaginação, conhecer personagens, se envolver com a trama e, com isso, até entender melhor os próprios sentimentos.

É uma atividade que aguça a criatividade e amplia a visão de mundo dos pequenos, o que é importante para o desenvolvimento infantil. No entanto, não adianta apenas pegar um livro e começar a ler: é importante se preparar e dar vida para o enredo para tornar a história convidativa para as crianças.

Mas, como fazer isso? Acompanhe as dicas que reunimos neste post e coloque em prática com sua turma!

[Especial dia das crianças] Almanaque de atividades para completar e se divertirPowered by Rock Convert

Escolha um bom exemplar

O primeiro passo é escolher a obra que será lida. Aqui, é importante selecionar histórias adequadas à faixa etária dos alunos para que tenham uma linguagem e um enredo que sejam compreensíveis pela turma.

A atividade pode ser utilizada para que as crianças aprendam sobre fatos culturais, como o folclore brasileiro, tornando o aprendizado mais rico. Além disso, é bom que você também goste da abordagem, pois fará com que o momento se torne ainda mais especial para todas as pessoas envolvidas.

Leia o livro com antecedência

Conhecer a história previamente é importante para verificar se ela realmente é adequada para a turma e se atenderá ao seu objetivo pedagógico. Da mesma forma, permite que você ganhe mais segurança; assim contará a história com mais fluidez.

Assim, antes de reunir as crianças, separe um tempinho para conferir o livro e se preparar melhor. Com isso, dá para saber como será a interpretação de cada trecho e como preparar o ambiente para tornar a atividade mais interessante para os pequenos.

Faça um cenário

Com um bom livro e conhecendo o que diz a trama, você pode montar um ambiente para contar histórias. Pode ser um cenário feito de cartolina, papel crepom e colagens, ou ainda um teatrinho de papelão para a utilização de fantoches ou bonecos que vão ajudar a encenar a história.

A dica para garantir a surpresa e a emoção do momento é não mostrar os itens antes da hora adequada no enredo. A apresentação dos elementos de forma inesperada deixará os alunos ainda mais encantados.

Envolva as crianças na hora de contar histórias

Para que as crianças se engajem na atividade, é ótimo que elas também tenham a oportunidade de participar. Então:

  • proponha que elas imitem os sons de animais;
  • faça gestos ou movimentos, como pular e dançar em determinados trechos do enredo;
  • faça perguntas, como “O personagem está feliz aqui?” ou “Será que ele ficou assustado?”;
  • peça para repetirem alguma frase ou fala do personagem.

Diferencie a voz dos personagens

Ao contar histórias, traga emoção para a atividade, fazendo vozes diferentes para cada personagem, como uma voz mais grossa para o monstro ou mais delicada para a princesa. É uma forma de chamar a atenção das crianças de uma forma divertida.

Similarmente, você pode ter recursos para efeitos sonoros. Se, por exemplo, na história há um trovão, use uma cartolina ou qualquer papel mais pesado para criar essa sonoridade. Aposte na criatividade para trazer mais sensações nessa aventura!

Desenvolva atividades complementares

A contação da história não acaba com o seu final. Na verdade, isso abre uma série de oportunidades para que você desenvolva atividades de arte na educação infantil, como:

  • peça às crianças que improvisem chapéus ou máscaras confeccionadas em papel, utilizando giz de colorir ou lápis de cor para poderem se transformar nos personagens;
  • sugira aos alunos a elaboração do desenho da história, para que ilustrem no papel o que imaginaram;
  • façam, em grupo, a construção do cenário com papelão e sucatas para encenar o enredo;
  • visite com as crianças a Cidade do Livro, um espaço cenográfico educativo, que tem o objetivo de incentivar a leitura. A BIC é parceira desse projeto que proporciona uma experiência lúdica inesquecível.

Use fantasias

Que tal se transformar em personagem também? Esse elemento visual é muito importante para as crianças e pode acrescentar um pouco mais de magia ao momento. A dica para isso é observar qual é a proposta da história e adequar os figurinos a ela. Por exemplo, se a história for mais engraçada, acessórios exagerados são bem-vindos.

Para que tudo flua bem, é necessário que você também respeite seu estilo. Assim, se não ficar à vontade com determinadas fantasias, não use. O importante é encontrar o seu jeito de fazer esse momento ser mais especial. Alguns acessórios são suficientes para diferenciar os personagens e enriquecer a contação da história.

Por esse motivo, é bacana incluir aos poucos em seu armário alguns chapéus, óculos, narizes, perucas e peças de roupas marcantes. Esses adereços podem ser confeccionados com materiais simples, como EVA, cartolina, papelão, papel crepom, entre outros.

Dê toques pessoais à história

Como mencionamos, encontrar o seu estilo é a chave para fazer com que essa experiência seja incrível para as crianças e garantir a sua diversão. Assim, trazer alguns elementos pessoais é excelente para que a contação fique fluida e envolvente.

Dessa forma, a leitura não precisa ser literal. Como você já conhecerá a trama, pode falar de maneiras diferentes desde que conserve o sentido proposto. Esse é um recurso também para adaptar o vocabulário e garantir que os alunos entendam. Além disso, você pode trazer para a realidade da turma ao brincar com coisas que fazem parte da rotina da escola.

Peça para a criança recontar a história

Como vimos, a contação de histórias não acaba com o fim do enredo. Ao dedicar atenção especial à atividade, ela pode trazer bons frutos para a rotina da sala de aula. O reconto de histórias é excelente para exercitar a compreensão das crianças e permite à pessoa que contou perceber como a mensagem foi recebida.

Essa atividade pode ser feita na Educação Infantil quando as crianças já se comunicam pela fala. Para isso, é preciso que a história seja bem compreendida e trabalhada com a turma por alguns dias. Na primeira infância, é importante fazer o processo em algumas etapas:

  • na primeira apresentação, faça a leitura literal e sem interrupções;
  • no dia seguinte, reconte a história com algumas pausas para ouvir as crianças;
  • posteriormente, retome a história usando os elementos lúdicos que foram sugeridos neste post;
  • peça às crianças que recontem a história conforme a sua compreensão.

Ao contar histórias para sua turma, busque despertar o interesse pela leitura e envolvê-la em um novo universo, em que as crianças possam se colocar no lugar dos personagens para viver diferentes aventuras. Com um bom planejamento, é possível engajar os pequenos nessa atividade.

Quer outras dicas de atividades com seus alunos? É só conferir as sugestões da BIC Colorir!

As informações contidas neste material se fundamentam em estudos psicológicos da criança e servem de base para ajudar com o seu desenvolvimento e educação. Os resultados de tais métodos podem variar de acordo com cada criança, pois dependerão de aspectos individuais e sociais.

Powered by Rock Convert

Notícias relacionadas

EnglishPortuguêsEspañol