4 dicas para estimular o desenvolvimento cognitivo infantil

desenvolvimento cognitivo infantil

Pais e mães sempre se preocupam em contribuir para a construção de um futuro de sucesso para os seus filhos. Até eles chegarem à fase adulta, muito auxílio deve ser dado, no intuito de proporcionar uma educação de qualidade. Por isso é importante investir no desenvolvimento cognitivo infantil.

Ao compreender certas fases de aprendizado das crianças, o responsável por elas poderá estimular a criatividade e a interação com a sociedade. Essas medidas podem ser feitas com brincadeiras específicas e também divertidas.

Nos tópicos abaixo, você terá a oportunidade de colher mais informações sobre o assunto e ver alguns exemplos práticos que ajudarão nesse processo com o seu filho. Por isso, continue conosco até o final e tenha uma boa leitura!

Jean Piaget e o desenvolvimento cognitivo infantil

Não podemos falar de desenvolvimento cognitivo infantil sem citar o Jean Piaget, um importante cientista suíço muito popular na metade do século XX. Ele criou um estudo da concepção das crianças e o dividiu em quatro etapas:

  • sensório-motor: entre 0 a 2 anos a criança começa a ter percepção dos objetos que a rodeiam e a se compreender de maneira prática com o uso dos sentidos;
  • pré-operacional: de 2 aos 7 anos ela passa a ter domínio da linguagem e a olhar o mundo de uma maneira egocêntrica;
  • operatório concreto: dos 7 aos 11 anos ela já desenvolve noções de números, tempo e também questões de diferenças e semelhanças nas coisas;
  • operatório formal: os 12 anos são marcados pelo aprimoramento da dedução, da abstração, dos pensamentos lógicos e da experimentação mental.

Cada fase tem suas características marcantes mas, mesmo que a criança não passe por elas exatamente nas idades acima, a família não deve se alarmar. O importante é se fazer presente na vida dele e procurar ajudar de forma simples e prática. E se surgir alguma preocupação, sempre buscar um profissional para mais orientações.

Exemplos práticos para o desenvolvimento cognitivo infantil

Estimular a criança com o devido entendimento do desenvolvimento cognitivo infantil a prevenirá de certos transtornos, distúrbios e problemas de convívio social. Portanto, veja abaixo algumas brincadeiras em família que poderão ser feitas com foco na idade dos pequenos.

1. Brincadeiras que exercitam o pensamento

Brincadeiras com caixas, fantoches de pano, jogos de encaixe e construção são alguns exemplos que exercitam o pensamento e são ótimas para a fase sensório-motor. Aqui, o aspecto visual e o tato são fundamentais, e o melhor de tudo é que muitas das ideias podem ser desenvolvida com itens caseiros!

2. Pintura e desenho

Na fase pré-operacional os pais poderão estimular a criação de desenho e pintura, com o objetivo de identificar de que maneira a criança vê o mundo e como é a noção dela sobre as coisas ao seu redor. É o momento ideal para investir em atividades de colorir.

3. Atividades ao ar livre

É muito importante estimular a empatia no desenvolvimento cognitivo infantil, e a fase operatório concreto é muito marcada pela formação de amigos e aprimoramento do raciocínio lógico da criança.

Portanto, é interessante incentivar atividades ao livre. Por exemplo, brincadeira de roda, canto, dança e também tarefas divertidas focadas em matemática, ciências e outras matérias do colégio.

4. Contação de histórias

A fase operatório formal é marcada pela distinção entre realidade e fantasia. É o momento na qual a criança dispõe de um pensamento crítico e cria o hábito de explorar mais a fundo coisas que despertam a curiosidade dela.

Por isso, a contação de histórias é muito importante para que as crianças continuem o desenvolvimento da criatividade. Além de incentivar essa questão, procure colaborar com a leitura de livros interessantes, nos quais elas poderão aumentar a visão sobre o mundo e conhecer outras realidades.

Durante leitura deste artigo, você conheceu as maneiras de ajudar no desenvolvimento cognitivo infantil e o quanto é interessante respeitar cada uma das fases. Portanto, estimule seu filho com essas atividades e construa bons momentos em família, participando das atividades.

Gostou do nosso conteúdo? Curta nossa página do Facebook para ficar atento a mais assuntos sobre educação infantil!

Notícias relacionadas