Filmes para educação infantil: veja 6 sugestões!

Filmes para educação infantil

Repleto de personagens, de cenários incríveis e de muitas cores; assim é o mundo pelas lentes dos filmes para educação infantil. Está enganado, no entanto, quem pensa que esses filmes têm somente a função de entreter as crianças: também é possível (e muito importante) usá-los para o conhecimento, principalmente com a geração alpha.

Muitas das histórias são escritas para despertar na criançada a criatividade, o respeito pelo que é diferente, a empatia e a consciência ambiental.

São histórias dramatizadas capazes de estimular a imaginação das crianças, de semear ideias e de aguçar a curiosidade sobre muitas questões importantes nos dias de hoje; tudo isso por meio de uma linguagem divertida e acessível.

Pensando nisso, trouxemos aqui 6 sugestões incríveis de filmes para crianças para que você possa trabalhar em sala de aula com seus pequenos. Acompanhe! Ah, leia até o final, pois também temos dicas extras para vocês educadores! Vamos lá?!

[Especial dia das crianças] Almanaque de atividades para completar e se divertirPowered by Rock Convert

Por que passar filmes durante as aulas?

A exibição de filmes nas aulas tem sido muito usada pelos professores. Em um momento em que os estudantes se envolvem cada vez mais com a tecnologia, os docentes acabam tendo que buscar recursos para que consigam chamar a atenção dos alunos.

Mas será que passar filmes na sala de aula é mesmo eficaz? É simplesmente uma atividade paradidática ou estamos falando de uma estratégia integrada ao plano de ensino?

Bom, a exibição de filmes é, sim, uma estratégia totalmente integrada e articulada ao plano de ensino. Os filmes para educação infantil proporcionam muitos aprendizados e não somente diversão. Eles são capazes de estimular a observação, a sensibilidade, a imaginação e a capacidade de julgamento nos pequenos. Além disso, eles articulam espaços de discussão e de interpretação com educadores e crianças na escola.

Os filmes contribuem significativamente para o enriquecimento do intelecto das crianças, pois permitem que elas aprendam a ouvir, distinguir as palavras usadas, comunicar sobre as várias situações vividas pelos personagens, dialogar sobre os filmes e relacionar vivências familiares com as que são apresentadas.

Enfim, os filmes para educação infantil oferecem uma grande gama de valores em suas histórias, que devem ser trabalhados com a criançada em sala de aula. O papel do professor nesse processo é indispensável, pois os pequenos não estão preparados para receber, pensar sobre o tema e avaliar as informações; logo, cabe ao docente o papel de guiá-los.

É importante mencionar que os professores devem ter cuidado na hora de escolher os filmes. É preciso considerar, por exemplo, os temas sociais relacionados, o olhar estético, músicas e símbolos, contexto histórico, assim como os valores morais e éticos.

A história também precisa ter uma ligação com o dia a dia dos estudantes. Assim, a escolha do filme é de grande relevância, e é claro que um bom educador vai saber o que se encaixa melhor aos seus estudantes.

Como incluir os filmes sem perder o foco na matéria?

Veja algumas dicas essenciais para você utilizar o cinema com seus alunos, de forma realmente produtiva, sem perder o foco na matéria!

Tenha objetivos didáticos

Antes de tudo, é importante se fazer a seguinte pergunta: por qual motivo devo passar esse filme para meus alunos? O primeiro critério que deve ser analisado é esse.

Lembre-se de que um filme precisa motivar para um conteúdo que vai ser trabalhado ou então aprofundar um tema já abordado em sala. E, dependendo dos objetivos e da situação, as escolhas vão ser diferentes.

Crie uma metodologia antes de passar os filmes

Após ter o objetivo da exibição do filme bem claro, desenvolva uma metodologia. Depois de introduzir um conteúdo, por exemplo, você pode falar sobre o filme, relacionando com o assunto discutido. O ideal aqui é comentar algumas cenas, a fim de despertar o interesse das crianças.

Na próxima aula, você pode exibir o filme propriamente dito. Normalmente, você vai precisa de duas aulas para passar o filme completo. Após concluir essa fase, você pode partir para as atividades.

Pode ser um debate, alguma atividade escrita ou um desenho, por exemplo, mas é fundamental que o professor esteja envolvido, como um moderador. Assim, o objetivo certamente será atingido.

Desperte o interesse pela cultura

É sempre um prazer assistir a bons filmes. A maior parte dos alunos conhece somente o cinema comercial. Então aproveite e apresente algo diferente para eles. Procure explorar diferentes épocas e culturas, abordando as particularidades do filme que vão muito além do enredo.

Fique atento a alguns pontos

Com essas dicas, você vai conseguir fazer uma relação do filme com o conteúdo da matéria. Mas tenha atenção a estes pontos:

  • estude os filmes selecionados antes de exibi-los aos alunos. Recorra sempre à internet, pois existe um material muito vasto sobre cinema;
  • sempre que necessário, procure interromper a exibição para fazer algum comentário interpretativo ou analítico;
  • incentive os alunos a darem opiniões e fazerem análises.

Como garantir que os alunos prestem atenção no filme apresentado?

Para garantir que os alunos fiquem atentos ao filme, procure fazer uma boa seleção. Um filme pode as vezes ser muito longo, por isso, você pode escolher apenas algumas partes mais reveladoras e dinâmicas para mostrar aos alunos. Tenha clareza sobre o seu objeto, pois isso vai ajudar você a definir o que selecionar para apresentar às crianças.

Outra dica importante é criar uma missão antes de reproduzir o filme. Por exemplo, diga aos pequenos que, enquanto eles assistem, você quer que eles prestem atenção em determinado ponto ou situação. Enfim, é só pensar em algo interessante e determinar uma meta para que eles se mantenham atentos e responsáveis durante a exibição.

O ideal é sempre assistir a alguns minutos do filme e pausá-lo para fazer um debate com os alunos sobre o que acabaram de ver ou para que eles respondam a uma pergunta feita por você, por exemplo. Pausar periodicamente a exibição permite que as crianças processem o que estão vendo, e isso é extremamente valioso para que elas prestem atenção na história.

Quais são os melhores filmes para educação infantil?

Confira a lista de 6 filmes incríveis que trouxemos para você trabalhar em sala de aula com seus alunos!

1. Wall-E

O filme “Wall-E” é um clássico que encanta crianças e adultos desde o seu lançamento. A animação da Pixar ilustra um futuro totalmente distópico, abordando temas como a destruição da fauna e da flora e a dependência da humanidade quando o assunto é tecnologia.

É pelo ponto de vista de dois robôs que toda a história é contada, uma vez que a população de seres humanos vive em uma estação espacial. Wall-E é um robô muito carismático que organiza todo o lixo que está cobrindo o planeta, e Eva tem o objetivo de encontrar uma forma de vida orgânica no meio de tantos entulhos.

Esse é um filme obrigatório no repertório de projetos educacionais com as crianças, pois tem um final muito tocante e uma mensagem extremamente poderosa. Ao final da exibição, você pode discutir com os pequenos sobre os cuidados com o meio ambiente, reciclagem e sustentabilidade. Além disso, pode até fazer um exercício prático, como plantar uma semente.

2. Nausicaä do Vale do Vento

Nausicaä do Vale do Vento é uma das obras-primas do diretor e roteirista japonês Hayao Miyazaki, que é responsável pelo Studio Ghibli, local onde se criam alguns dos filmes mais bonitos do mundo. Ainda não tinha ouvido falar sobre Studio Ghibli e Hayao Miyazaki? Então pesquise sobre esses nomes e conheça todos os filmes para mostrar aos seus alunos.

Em um pequeno império no Vale do Vento, há uma princesa chamada Nausicaä, que estuda a floresta “Mar da Corrupção”, repleta de fungos, insetos gigantes e plantas, onde o ar é tóxico e está devastando o planeta inteiro com os seus danos.

Nausicaä, ao contrário de todo o resto da população, fica fascinada pela floresta e considera que ela apresenta grandes belezas, mesmo após todos os danos terem causado a morte de praticamente toda a sua família.

Essa é uma história que, assim como Wall-E, mostra o quão nocivos e prejudiciais podem ser os danos causados pela humanidade na natureza. No entanto, deixa claro que nem tudo está perdido.

“Nausicaä do Vale do Vento” aborda a relação de codependência entre os seres humanos e o espaço. Por isso, é um ótimo filme para despertar a percepção das crianças para os problemas ambientais e para a importância da natureza.

3. Divertida Mente

Esse filme conta a história de uma garota de 11 anos de idade, a Riley. Ela enfrenta grandes mudanças na sua vida quando seus pais resolvem se mudar para São Francisco. No cérebro da menina, convivem — em forma de personagens — muitas emoções: a “Tristeza”, a “Alegria”, a “Raiva”, o “Medo” e o “Nojinho”.

É um filme muito interessante para falar sobre emoções com as crianças, ajudando-as a identificar o que sentem. Você pode perguntar, por exemplo, se elas se lembram de alguma situação em que sentiram raiva ou alegria.

Outra ideia interessante é fazer uma análise oral da animação e uma roda de conversa para debater o filme. Essas atividades podem ser sucedidas de um questionário ou ilustrações, sempre considerando as turmas e idades dos alunos.

4. Ponyo – Uma amizade que veio do mar

Essa é uma obra que conta a história de um garoto de 5 anos, o Sosuke. Ele mora em um penhasco que tem uma vista para o “Mar Interior”. Certo dia, quando ele estava brincando na praia, encontra um peixinho dourado chamado Ponyo. Esse peixinho estava com sua cabeça presa em um pote de geleia que alguém havia jogado no mar.

Muito mais do que uma história infantil, esse filme é uma ode ao carinho, à amizade e ao respeito. “Ponyo: Uma Amizade que Veio do Mar” agrada todos os gostos, até das pessoas que não curtem animações japonesas. Isso porque esse é um filme que revela uma ingenuidade que, embora seja fantasiosa, consegue amolecer o coração de qualquer um, até dos mais céticos.

As aventuras de Sosuke e Ponyo despertam o cuidado com os animais aquáticos, a preocupação com o equilíbrio ambiental, a cooperação em sociedade e as consequências de jogar lixo no ambiente aquático.

5. Ratatouille

Outro filme indispensável para ser trabalho em sala de aula com as crianças é Ratatouille, uma produção da Pixar que recebeu muitas nomeações e prêmios. A história é de um ratinho que tem grandes habilidades culinárias e se torna um importante chefe de cozinha. Durante sua trajetória, ele faz uma parceria com Linguini, um ajudante de cozinha bastante desastrado.

A lógica desse longa é que, ao ter um rato cozinhando, desafia-se o senso comum, entregando a noção poderosa e bela de que as origens das pessoas, por mais humildes que sejam, jamais as impedem de atingir o sucesso e a excelência.

Esse é um ótimo filme de culinária e fantasia para passar aos alunos, pois tem muitas lições para dar. É também uma excelente indicação para trabalhar a Língua Portuguesa, afinal, os diálogos certamente vão atrair a atenção da criançada.

6. Procurando Nemo

Procurando Nemo” é uma animação que encanta tanto crianças quanto adultos. Na história, Nemo, o pequeno peixe-palhaço, vive grandes e inesperadas aventuras após ser capturado por um mergulhador.

Enquanto isso, Marlin, pai de Nemo, percorre todo o oceano com o objetivo de trazer seu filho de volta para casa. Além de muito humor, da trama envolvente e do belo visual, o filme nos relembra a força do amor dos familiares e dos amigos, sem falar das demonstrações tão emocionantes de coragem de Marlin, que enfrenta seus medos para resgatar seu filho.

É um filme que se destacou por trazer vários temas que podem ser utilizados nas aulas de Ciências e de Biologia. Por se passar no fundo do mar, a história permite que os professores explorem temas como as características dos peixes e a importância dos recifes de corais para os mares.

Uma boa sugestão é que “Procurando Nemo” seja utilizado para a identificação dos vários grupos de animais que fazem parte da animação. É, sem dúvidas, uma ótima pedida para se emocionar e rir muito com os pequenos.

Como trabalhar as histórias em sala de aula?

Os primeiros passos importantes para trabalhar as histórias dos filmes em sala de aula com os alunos são:

  • definir o tema e os métodos de execução do projeto;
  • escolher os filmes e as atividades que serão trabalhadas.

O ideal é optar por filmes que tenham mensagens importantes para a vida pessoal e escolar dos alunos, como esses que citamos. Após definir todos os pontos, o próximo passo é apresentar aos estudantes a forma de execução do projeto.

Uma dica é falar sobre a importância do tema abordado no filme, o surgimento do cinema, como ele funciona e, principalmente, sobre como os filmes chegam até as pessoas.

Depois, é interessante abrir espaços para que a turma possa falar sobre a sua convivência com os filmes: se os alunos já têm algum gênero preferido e com qual frequência eles assistem aos filmes. Depois desse bate-papo produtivo, você pode expor os filmes com os quais vai trabalhar, explicando quantos serão assistidos por mês, por exemplo.

Após exibir o filme, em uma roda de conversa, é importante permitir que os alunos falem sobre o que acharam e entenderam da mensagem. Além disso, dependendo da turma, é possível pedir que eles respondam a perguntas de interpretação sobre os filmes. Nas aulas de Matemática, História ou Geografia, por exemplo, também podem ser abordados os temas e problemas envolvidos no filme.

Por exemplo, no filme “Wall-E” que citamos, você pode fazer uma reflexão sobre a obra, além, é claro, de uma dramatização, incluindo temas sobre a reciclagem e a importância da sustentabilidade, da tecnologia e da redução do consumismo. As crianças vão se divertir com o robozinho Wall-E e compreender a mensagem do filme.

Com a obra “Ponyo”, por exemplo, é interessante apresentar as espécies que vivem no mar e comentar sobre os riscos que elas estão correndo por causa do lixo que é jogado nas águas.

Uma boa dica é também criar desenhos para fixar os valores sociais. Há muitas opções e ideias para trabalhar as histórias incríveis dos filmes infantis. É só usar a criatividade e permitir que os alunos participem de cada etapa do projeto.

A mágica dos filmes infantis não depende dos seus recursos tecnológicos, mas da mensagem transmitida e da criatividade com que é narrada a história. Esses filmes que listamos aqui vão além das suas propostas estilísticas e técnicas: são animações que convidam para uma reflexão sobre o ser humano e sua relação com o planeta e outras espécies. Logo, são recursos lúdicos essenciais para a formação dos pequenos.

Dica Extra: Filmes indicados para os educadores

Muito mais do que entrar em sala de aula e cumprir os planos educacionais, ser professor é ser um importante agente de transformação na vida dos seus estudantes. Obviamente que ninguém está 100% preparado para lidar com os inúmeros desafios que podem surgir nas aulas. Por isso, é fundamental que os professores se capacitem continuamente.

Isso pode ser feito por meio de formações como workshops e palestras, mas também pode acontecer de maneira mais descontraída e divertida. Como isso é possível? Por meio de sessões de filmes para educadores que falam sobre o poder transformação da educação, por exemplo.

Pensando em ajudar, trouxemos também estas 3 dicas extras de filmes imperdíveis para professores. Confira e aproveite!

1. Preciosa — Uma História de Esperança

Esse filme conta a história da vida de uma jovem de 16 anos chamada Claireece “Preciosa” Jones. Ela tem uma trajetória difícil, toda marcada por abusos, gravidez e violência durante sua adolescência.

Mas há uma mudança em sua vida, quando ela tem a oportunidade de frequentar uma escola alternativa. Nessa instituição de ensino, Claireece encontra o apoio que jamais teve em sua casa ou qualquer outro local.

Todos os professores certamente já receberam muitas “Claireeces” em suas aulas, ou seja, crianças e adolescentes que chegam e apresentam uma bagagem muito pesada. Por isso, esse filme é muito interessante para os educadores, pois pode mostrar como a educação é capaz de mudar rumos da vida das pessoas e dar aos alunos sua emancipação para que possam se amar e conduzir suas vidas da melhor forma.

2. Como estrelas na terra, toda criança é especial

Esse é um filme clássico sobre educação. “Como estrelas na terra, toda criança é especial” vai arrancar muitas lágrimas e inspirar educadores a serem verdadeiros agentes transformadores para seus estudantes. A história contada nesse filme é de Ishaan Awasthi, um menino de 9 anos de idade, que tem dislexia, porém, nem seus pais e professores sabem disso.

Awasthi é chamado de “burro” e de preguiçoso até que um professor substituto nota a condição do menino. O educador passa a criar estratégias para ajudar Awasthi a aprender. O final desse filme emociona qualquer pessoa.

Esse filme é considerado um dos mais importantes para professores. Afinal de contas, ele tem uma mensagem muito relevante sobre valorização e consideração das diferenças dos alunos. Por meio da obra, é possível promover debates sobre a necessidade de diferenciadas estratégias para as diversas demandas dos estudantes, assim como a importância de um olhar interessado e atento dos professores para sua turma.

3. Escritores da Liberdade

O filme “Escritores da Liberdade” é baseado em uma história real. Ele conta a trajetória de Erin Gruwell, uma educadora que chega a uma escola totalmente marcada pelo preconceito, violência e segregação.

Aos poucos, a professora vai descobrindo que as brigas e rixas entre os estudantes na mesma turma são somente o reflexo da comunidade onde eles moram. Assim, ela decide que vai mudar toda essa realidade a partir do ambiente escolar. Para isso, Gruwell usa as próprias histórias dos estudantes para realizar uma transformação que vai muito além das salas de aula.

Esse filme permite reflexões diversas, e uma delas é sobre o incrível potencial de formação integral do ser humano. Muito mais do que ensinar os planos de aula, o docente tem influência na educação cultural e no desenvolvimento social dos alunos, o que, é claro, reflete na sociedade.

Por fim, esse é um filme que mostra como o professor, muitas vezes, tem que se reinventar para atingir os estudantes no que faz sentido para eles, o que facilita muito o seu aprendizado.

Após ler este texto, você deve ter percebido que é uma ideia incrível utilizar os filmes para educação infantil em sala de aula, não é mesmo? Os diálogos simples, as músicas divertidas e as animações na tela são elementos fundamentais que divertem a criançada, ao mesmo tempo em que transmitem mensagens relevantes para seu desenvolvimento cognitivo.

E então, o que achou do texto? Gostou de conhecer esta lista de filmes para trabalhar com as crianças? Aproveite que está por aqui e entenda qual é o papel do professor na educação e como os pais podem ajudar!

As informações contidas neste material se fundamentam em estudos psicológicos da criança e servem de base para ajudar com o seu desenvolvimento e educação. Os resultados de tais métodos podem variar de acordo com cada criança, pois dependerão de aspectos individuais e sociais.

Notícias relacionadas

EnglishPortuguêsEspañol