Como funciona a gamificação em sala de aula?

gamificação em sala de aula

Nos últimos anos, um termo tem aparecido cada vez mais no meio da educação: gamificação. Mesmo que você não entenda exatamente o que significa, é provável que o nome já dê uma boa ideia.

As escolas e os alunos têm muito a ganhar com a implementação dessa prática. Adotar a gamificação em sala de aula faz uma grande diferença na aprendizagem dos alunos, e isso se tornou especialmente importante na educação infantil durante a pandemia.

Então, continue com a gente, pois vamos explicar direitinho o que é gamificação e quais são seus benefícios, além de dar dicas de como o método pode ser adotado. Confira!

[Especial dia das crianças] Almanaque de atividades para completar e se divertirPowered by Rock Convert

O que é a gamificação?

A gamificação, ou em bom português ludificação, é o uso da mecânica e da dinâmica dos jogos como forma de promover o envolvimento de crianças, jovens e adultos em determinada tarefa ou atividade. Para tanto, são usados diversos recursos, como desafios, recompensas e mecanismos de feedback (em inglês, significa dar um retorno ou percepção em relação à algo).

Quando pensamos no contexto da pandemia, os jogos online para crianças são uma boa alternativa para a adoção esse método.

Quais são os seus benefícios na educação infantil?

O uso da gamificação em sala de aula faz uma grande diferença na forma como os alunos se envolvem nas atividades. Veja só alguns dos benefícios gerados!

Facilita o foco nas atividades

Jogos tendem a prender a atenção de uma pessoa com bastante facilidade, sendo grandes aliados na hora de ensinar temas mais complexos, que exigem bastante concentração para serem compreendidos. O mesmo princípio pode ser usado em atividades diversas, até na contação de histórias.

Promove o engajamento

O efeito da gamificação pode ser sentido não apenas na sala de aula, mas fora dela. Ao criar atividades que exigem a participação ativa dos alunos, você também aumenta as chances de que eles busquem mais informações por conta própria.

Proporciona uma melhor assimilação do conteúdo

A interação com a atividade aumenta consideravelmente as chances de assimilação do conteúdo. Quanto mais ativo o aluno for nesse processo, mais facilmente poderá reter o conhecimento.

Como incluir a gamificação na sala de aula?

Agora que você já viu qual é o papel da gamificação em sala de aula, confira aqui algumas dicas práticas para implementá-la.

Sistema de motivação e recompensa

Obter uma recompensa após um bom desempenho ou tarefa cumprida é uma ótima maneira de engajar os alunos. Pode ser algo tão simples quanto uma estrela em seu nome, ou algo mais tangível, como um ponto na média para os mais velhos.

Atividades lúdicas e debates no lugar de provas

Testes escritos têm seu lugar, mas eles podem não ser sempre o ideal para promover a retenção do conhecimento. Um debate ou uma atividade prática amplia as possibilidades de entendimento do conteúdo. Por isso que as discussões ou as atividades lúdicas são tão úteis para as crianças.

Competições e desafios em aula

Por fim, você sempre deve tornar as tarefas desafiadoras na medida certa. Se forem fáceis demais, os alunos ficarão entediados. Se forem muito difíceis, ficarão frustrados, o que apenas dificulta o aprendizado.

Viu só como a gamificação em sala de aula é uma ótima maneira de engajar os alunos? Com um pouco de criatividade, será bem mais fácil manter a concentração e promover o aprendizado das crianças.

Quer saber outras formas de contornar os desafios no período de quarentena? Então, não deixe de conferir nosso artigo “Educação infantil na pandemia: o que o tem sido feito ao redor do mundo“!

As informações contidas neste material se fundamentam em estudos psicológicos da criança e servem de base para ajudar com o seu desenvolvimento e educação. Os resultados de tais métodos podem variar de acordo com cada criança, pois dependerão de aspectos individuais e sociais.

Notícias relacionadas

EnglishPortuguêsEspañol