Descubra 3 histórias para contar com dedoches e como fazer

histórias para contar com dedoches

Para garantir o melhor desenvolvimento nos primeiros anos de vida, o exercício da imaginação e criatividade na infância é uma das coisas mais relevantes. Dessa forma, a criança desenvolve suas capacidades mentais ativamente, além de desenvolver melhores habilidades de comunicação. Por isso é tão importante estimular essa prática desde cedo!

Um dos melhores métodos para incentivar isso é por meio da contação de histórias. E, quanto mais envolvidas as crianças estiverem no processo, maior será seu efeito. Você pode adicionar pequenas atividades para melhorar o processo, como escolher histórias para contar com dedoches. Acompanhe!

[Especial dia das crianças] Almanaque de atividades para completar e se divertirPowered by Rock Convert

Como fazer um dedoche?

Os dedoches são bonecos e fantoches manipulados com um ou dois dedos. Eles podem ser feitos de tecido, E.V.A. ou mesmo de papel, sendo bem fáceis de criar. Além disso, você pode incentivar a ajuda da criança como parte do processo.

Aqui, o foco é no dedoche de papel, que é o mais prático. Para isso, basta fazer um desenho de cada personagem da história em cartolina ou papel colado sobre papelão, para que fique firme. Depois, é só recortar a personagem, além de fazer dois furos onde serão colocados os dedos. Se for criar os dedoches com as crianças, lembre-se de usar uma tesoura sem ponta.

Quais histórias contar com os dedoches?

Antes de fazer os dedoches, é bom escolher as histórias que você vai contar e saber como contá-las. Então, veja aqui algumas sugestões bem clássicas, que você encontra nos livros infantis!

1. Chapeuzinho vermelho

A história sobre uma menina que desvia do caminho que sua mãe indicou por causa de um lobo, e precisa ser resgatada por um caçador, é um grande clássico. Para contá-la, tudo que você precisa é de um dedoche para a chapeuzinho, um para o lobo, um para o caçador e um para a vovó.

2. Três porquinhos

Os três porquinhos vão construir suas casas. Uma de palha, uma de madeira e uma de tijolos. A casa de tijolos leva mais tempo para ser concluída, mas é a única que continua de pé quando o lobo sopra. Além dos dedoches, você também pode criar as casas de cartolina e usá-las para contar a história.

3. João e Maria

Dois irmãos saem de casa e caminham pela floresta, mas logo se perdem. Eles são pegos por uma bruxa numa casa feita de doces e têm que usar sua coragem e astúcia para escapar. Uma história simples e gostosa de contar, não é mesmo? Afinal, dá para incluir alguns docinhos!

Com essas histórias para contar com dedoches, você incentiva a formação de uma criança criativa e estimula sua imaginação. E, com o tempo, pode encontrar formas diferentes de melhorar essas histórias, com música ou mesmo novos dedoches. Também é interessante elaborar ainda mais a atividade e propor a criação da própria história e personagens com seus filhos.

Gostou das ideias? Que tal ter dicas para desenvolver ainda mais a leitura das crianças? Acesse o Manual de leitura: desenvolvendo uma criança leitora dentro de casa!

As informações contidas neste material se fundamentam em estudos psicológicos da criança e servem de base para ajudar com o seu desenvolvimento e educação. Os resultados de tais métodos podem variar de acordo com cada criança, pois dependerão de aspectos individuais e sociais.

Notícias relacionadas

EnglishPortuguêsEspañol