Qual é a importância do melhor amigo na infância?

melhor amigo na infância

Cumplicidade, carinho, respeito e desenvolvimento. A amizade é uma parte indispensável para um crescimento feliz e saudável, e esse é um dos temas que aparecem na nova animação da Universal Pictures, Os Croods 2: Uma Nova Era. Com essa inspiração, BIC Colorir apresenta nesse artigo a importância de ter um melhor amigo na infância.

Como sempre, o nosso objetivo é oferecer dicas importantes para que você acompanhe o desenvolvimento dos seus pequenos. Até porque não há nada melhor do que incentivar as coisas boas da vida. Vamos lá!

[Especial dia das crianças] Almanaque de atividades para completar e se divertirPowered by Rock Convert

A amizade na infância

Antes de qualquer coisa, devemos reconhecer a importância da amizade na vida de todos nós. Em um mundo tão turbulento, a amizade torna-se uma fonte de cumplicidade, confiança, respeito e admiração — aspectos fundamenteis à saúde emocional de qualquer pessoa.

Especialmente na infância, essa relação ganha uma dimensão ainda mais vívida, descontraída e evolutiva. Para os pequenos, o convívio com os outros não é um mero parquinho com o qual estão familiarizados, mas sim um ambiente de constante descoberta, aprendizado e desenvolvimento social.

Por isso, a amizade é um aspecto tão mencionado por profissionais da pediatria e psicologia, tratando-se de uma condição indispensável para o amadurecimento linguístico, emocional, cognitivo e social da criança.

Inclusive, esse incentivo ao convívio social — feito, claro, de maneira responsável, ponderada e compreensiva — pode render bons frutos no futuro, já que uma criança amigável tem mais chances de ser abraçada por novos grupos conforme amadurece em direção à adolescência e vida adulta.

Já a compreensão é um fator importantíssimo do desenvolvimento infantil. Como todos sabem, cada criança apresenta uma personalidade própria, que pode tender tanto para a extroversão como à introversão — sem que exista certo ou errado nisso, pois cada criança é única a seu modo.

A importância do melhor amigo na infância

As crianças são plenamente capazes de aprender conceitos como confiança, honestidade e parceria na companhia dos pais e mães, observando e absorvendo, como se fossem esponjinhas de conhecimento.

No entanto, é no convívio com os amigos que os pequenos darão o primeiro passo em direção à descoberta e construção da própria personalidade. Afinal, todos nós crescemos sob a influência de vários vetores, que podem ser familiares, sociais, econômicos, escolares e afins.

Quando a criança só estabelece conexões com uma dessas dimensões, ela acaba estacionando o seu desenvolvimento no convívio, compreensão e trato com as outras realidades e pontos de vista.

Quando crianças se unem e formam relações de amizade, elas passam a compartilhar as vivências e noções próprias entre si, formando aí um dos primeiros vínculos de cumplicidade — a relação de equivalência na troca de informações.

Todo esse aprendizado acontece ao som de risadas, tropeços e traquinagens naturais à vida de uma criança, pois tudo para elas é uma nova experiência, prontinha para ser explorada com a mais alta curiosidade.

Os benefícios desse tipo de relação no desenvolvimento infantil

Para além da amizade entre grupos de crianças, a relação de melhor amigo desbloqueia um novo campo de competências importantes na vida social, aprimorando dimensões emocionais como fidelidade, altruísmo e empatia.

Nesse sentido, a infância oferece um período saudável para a construção da memória afetiva, que exerce um peso considerável sobre a conduta das pessoas quando já são adultas. Na companhia de um melhor amigo, as crianças potencializam as suas virtudes, tanto criativas como sociais.

Logicamente, essa amizade pode resultar em muitas paredes pintadas de tinta, boladas na janela do vizinho e por aí adiante. No entanto, mesmo nessas situações, a parceria está presente.

Afinal de contas, a construção de experiências conjuntas acabam desempenhando um papel importante na solidificação de uma relação saudável. É assim com casais que superam obstáculos financeiros e famílias que atravessam períodos difíceis.

A dificuldade compartilhada é, sem sombra de dúvidas, muito importante para o amadurecimento de uma amizade. Inclusive, isso foi retratado de forma lúdica em Os Croods 2: Uma Nova Era, a sequência da animação infantil de sucesso sobre a vida de uma família pré-histórica.

Nesse filme, os Croods encontram um oásis cercado, dentro do qual descobrem outra família, com um estilo de vida muito diferente. Embora o choque de culturas seja um tema central no filme, a história também valoriza o fato de que Eep, a única jovem menina da família, finalmente encontra uma outra adolescente que pode ser sua amiga.

Essa parceria é tratada de maneira criativa, carismática e engraçada, de modo que a relação das duas novas melhores amigas as motiva a explorar suas curiosidades compartilhadas, corrigir as vulnerabilidades alheias e crescer, aos tropeços, sempre juntas.

As formas de viabilizar a amizade na infância

Como em qualquer outro aspecto do desenvolvimento infantil, os papais e mamães têm um papel fundamental em ajudar seus pequenos em direção à construção de amizades duradouras e com boas bases de confiança e fidelidade. O primeiro passo, logicamente, é dar o exemplo.

Como todos sabemos, expor os filhos a situações de má conduta é uma forma de estimular esses comportamentos na personalidade deles. Por exemplo, é fundamental ensinar desde cedo o valor de dizer a verdade.

Afinal de contas, uma criança honesta, carinhosa e educada sempre será um ponto de aproximação e confiabilidade para as outras, tendo em vista que essas virtudes são facilmente identificadas conforme elas amadurecem.

Segundo orientações de profissionais da psicologia infantil, a melhor opção aos pais é adotar uma postura de espectador. Forçar amizades e conexões é inconveniente e, no geral, resulta no efeito contrário ao que se esperava.

Boas relações, principalmente as de melhores amigos, costumam ser desenvolvidas a partir do senso de compatibilidade e respeito mútuo. E isso é algo natural, que surge independentemente da vontade dos pais e mães em concretizar essa amizade.

Por isso, o melhor a ser feito é apenas acompanhar de perto as primeiras interações, marcadas pela proximidade, linguagem corporal, engenhosidade e cumplicidade. Dessa forma, surgirão os primeiros traços da verdadeira personalidade dos seus filhos.

E aí, gostou do nosso post explicando a importância do melhor amigo na infância? Então aproveite para compartilhar o conteúdo nas suas redes sociais, espalhando essas informações para outras famílias! Ah, e não deixe de assistir Os Croods 2: Uma Nova Era, que chega aos cinemas brasileiros em 1o de julho, para ver de perto essa nova da Eep e as aventuras de sua família.

As informações contidas neste material se fundamentam em estudos psicológicos da criança e servem de base para ajudar com o seu desenvolvimento e educação. Os resultados de tais métodos podem variar de acordo com cada criança, pois dependerão de aspectos individuais e sociais.

Notícias relacionadas

EnglishPortuguêsEspañol