Monet na educação infantil: como abordar o impressionismo?

monet para educação infantil

A inclusão da pintura nas habilidades da BNCC para artes reforça a importância da expressão artística no desenvolvimento intelectual e emocional das crianças. Nesse sentido, ensinar sobre artistas famosos e suas obras pode ser feito com atividades lúdicas e divertidas. As obras de Monet na educação infantil são um grande exemplo, pois ajudam a ensinar um pouco sobre o impressionismo.

Pode parecer exagero falar de movimentos artísticos com crianças, especialmente as mais novas. Porém, é tudo uma questão de adotar a abordagem correta e focar as partes que são mais relevantes de acordo com a idade. Além disso, para incluir a pintura na educação infantil é essencial desenvolver práticas para que a criança pegue gosto pelo tema desde cedo.

Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue com a gente!

[Especial dia das crianças] Almanaque de atividades para completar e se divertirPowered by Rock Convert

Falando do impressionismo

Não há como falar de um artista sem abordar o momento em que ele viveu, e o impressionismo foi um movimento bem marcante na arte.

Um bom ponto de partida é explicar como a arte do impressionismo se diferenciava da anterior. Antes, tudo era o Realismo, e os artistas procuravam reproduzir exatamente o que era visto. O impressionismo veio como uma forma de quebrar isso, trazendo obras sem contornos, com luzes intensas e tornando as figuras mais marcantes.

Não se preocupe tanto com datas nem nomes, apenas garanta que as crianças entendam o princípio por trás do estilo e como ele surgiu. Essa será a base para falar da história desse e de outros movimentos artísticos ao longo do tempo.

Incluindo Monet na educação infantil

Para ensinar arte, é necessário envolver mais as crianças. Simplesmente repetir a história não gera o mesmo efeito no aprendizado. Mas como tornar esse ensino mais interessante? Veja as dicas que separamos para você.

Deixe que as crianças escolham seus quadros favoritos

Uma ótima maneira de incluir a arte na educação infantil é deixar que as crianças conheçam os quadros de Monet e digam quais deles mais chamaram sua atenção e por quais motivos. Essa não só é uma forma de despertar o interesse dos pequenos, mas também de ajudá-los a perceber os padrões nas pinturas.

Proponha atividades que coloquem o impressionismo em prática

A prática, como mencionamos, é essencial para trazer a arte para o primeiro plano, inclusive ao incluir Monet para a educação infantil. Seu estilo pautado em menos contornos e na representação de cenas do dia a dia é ideal para as crianças mais novas, que certamente têm algumas paisagens perto de casa que podem reproduzir no papel.

Fale sobre outros artistas também

Claro, Monet não foi o único artista do impressionismo. Entender como diferentes pessoas fizeram parte do mesmo movimento é outra maneira de aprender um pouco mais sobre esse período. E o que não falta é opção de obras e artistas para ver e comparar, como Morisot e Renoir. Com o tempo, as próprias crianças ficam mais curiosas para descobrirem novas artes.

Com essas dicas, você já pode começar a usar Monet na educação infantil para estimular o gosto pela arte. Para enriquecer esse processo, o segredo é unir informações simples com atividades práticas. Assim, o aprender fica muito mais gostoso!

Quer encontrar excelentes materiais para ensinar artes para as crianças? Então, não deixe de entrar em contato com a BIC colorir!

As informações contidas neste material se fundamentam em estudos psicológicos da criança e servem de base para ajudar com o seu desenvolvimento e educação. Os resultados de tais métodos podem variar de acordo com cada criança, pois dependerão de aspectos individuais e sociais.

Notícias relacionadas

EnglishPortuguêsEspañol