Sustentabilidade na Educação Infantil: como incorporar o tema nas aulas?

sustentabilidade na educação infantil

Bons hábitos podem ser aprendidos desde cedo para que se tornem naturais. Por isso, é importante que se aborde a sustentabilidade na Educação Infantil. O tema pode ser trazido de forma lúdica e também estar presente nas ações adotadas no cotidiano escolar.

Nesse sentido, é preciso mostrar para as crianças o que é a sustentabilidade, qual o seu impacto para o planeta e como a responsabilidade individual é importante para fazer a diferença. Para isso, você pode usar histórias, animações e experiências práticas.

Uma educação para a sustentabilidade ajuda os pequenos a compreender mais sobre o mundo em que vivem e o seu papel nos cuidados com o planeta. Cientes do que é e de qual a importância do tema, as crianças podem aprender como colocá-lo em prática. Veja, a seguir, algumas dicas para incorporar o assunto nas aulas.

Ensine as crianças a não desperdiçar

Conversar com as crianças sobre o desperdício dos recursos é fundamental. Por isso, é importante que a escola estimule todos a usar apenas a quantidade de água suficiente para a sua higiene e a colocar em seu prato os alimentos que pretendem comer.

O professor pode fazer eventos que promovam a doação e a troca de brinquedos e roupas, para que os alunos compreendam que aquilo que não é mais útil para uma pessoa pode ser usado por outra. A reutilização é um dos pilares da sustentabilidade.

Recursos lúdicos podem ser usados para ajudar na abordagem. Além disso, a parceria com a família é fundamental para que se obtenha bons resultados na adoção de um consumo mais consciente.

Separe o lixo

Saber quais são os tipos de detritos é fundamental e ensinar sobre essa distinção também é papel do professor. Assim, é necessário compreender que o lixo orgânico, o lixo eletrônico e o lixo reciclável precisam ter destinos diferentes.

O tema pode ser abordado usando cores distintas e adesivos nas latas, para que ajude as crianças a identificar o recipiente adequado para cada material. Buscar histórias e animações sobre o destino do lixo também é ótimo.

Ainda na Educação Infantil, é possível abordar o descarte adequado para os materiais eletrônicos, pois as crianças já têm contato com equipamentos assim desde muito jovens. Isso inclui pilhas e baterias, que fazem parte da nossa rotina e são tóxicas e poluentes.

Mostre como economizar energia

Simplesmente, falar para as crianças que é preciso economizar energia elétrica pode ser bem vago. Dessa forma, é necessário apresentar, na prática, como isso funciona. Mostrar que os aparelhos são desligados quando não são usados e a luz é apagada se ninguém estiver no ambiente é uma prática cotidiana muito importante.

O ideal é que se construa a consciência de usar apenas o que é necessário e nada além disso, o que pode ser percebido na rotina da escola. Isso precisa respeitar as etapas do desenvolvimento infantil, com o diálogo adequado para cada idade.

Uma dica ao educador é falar sempre que adotar uma prática de economia, por exemplo, “estou apagando a luz porque sairemos da sala e não será mais necessário que ela fique acesa”.

Crie competições de reciclagem

As práticas de reciclagem podem ser feitas na escola e em casa. Propor uma gincana para a arrecadação de embalagens é uma alternativa para estimular o hábito de fazer a coleta seletiva, além de proporcionar muita diversão.

Da mesma forma, a reutilização a partir de atividades e jogos com os materiais separados é um ótimo caminho. Pode ser feito o boliche com garrafas PET decoradas, fantoches com rolos de papel higiênico e pebolim com papelão.

Uma ideia divertida é o amigo secreto com reuso. Funciona assim: cada criança constrói um brinquedo usando materiais que seriam jogados fora e, depois de pronto, a turma faz um sorteio para ver quem receberá cada presente. É bacana por estimular também a imaginação, que é muito importante na infância.

Aproveite essa oportunidade para incentivar a colaboração e o senso de coletividade. Mostre que, em uma atividade para promover a sustentabilidade na Educação Infantil, todos saem ganhando.

Faça atividades de jardinagem

Se os materiais recicláveis podem ser usados para fazer brinquedos e integrar as crianças, o lixo orgânico é excelente para a jardinagem, com a composteira. A experiência dos cuidados com a terra é excelente, pois permite uma compreensão do caminho dos alimentos até chegarem à mesa.

Se a escola contar com um espaço para horta, uma ideia é propor que as crianças cuidem de plantas que serão consumidas por elas mesmas. Caso isso não seja possível, existem temperos e folhas que podem ser plantados na garrafa PET e mantidos na instituição ou levados para casa.

No caso do ensino a distância, é possível que os alunos, em casa, plantem vegetais diversos e depois mostrem os resultados à turma. Acompanhar o processo de desenvolvimento das plantas é um exercício riquíssimo para as aulas.

Além disso, as crianças ficarão orgulhosas daquilo que cultivarem e se beneficiarão de uma alimentação mais saudável, do contato com a natureza e da aprendizagem de novas habilidades.

Recomende o uso de materiais ecologicamente corretos

Além de usar os produtos de maneira consciente e sem desperdícios, a escolha de materiais mais ecologicamente corretos para consumo é importante. Optar por marcas que respeitem as leis trabalhistas, usem energias limpas e não explorem animais na produção é uma forma de fazer a sua parte para colaborar com um planeta mais sustentável.

Assim, estimule os estudantes a, por exemplo, conhecer a origem do material escolar que utilizam no seu cotidiano. Saber o caminho percorrido por cada item usado é uma forma de fazer melhores escolhas no futuro e ter mais respeito pelos produtos.

Buscar animações ou vídeos que mostrem o processo desde a fabricação até a decomposição dos materiais é muito bom para que as crianças entendam melhor como os objetos são feitos.

Dessa forma, a discussão sobre a sustentabilidade na Educação Infantil é fundamental para a formação de pessoas mais conscientes e responsáveis. Para as crianças, usar os materiais da BIC Colorir é uma ótima oportunidade de aprender sobre a preservação do planeta, pois são feitos de acordo com as práticas sustentáveis, prezando pela durabilidade.

Conheça a linha completa de produtos da BIC Colorir e veja como eles se adaptam às diferentes fases do desenvolvimento infantil.

Notícias relacionadas